Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu, António

Um encontro profundo entre as minhas viagens e a escrita, é o motivo para partilhar o que me faz feliz, com todos vocês.

Eu, António

Um encontro profundo entre as minhas viagens e a escrita, é o motivo para partilhar o que me faz feliz, com todos vocês.

Estrela Cintilante

Honro saber o teu nome
Sem conhecimento prévio sobre o amor,
Que quantas vezes fui impróprio
Por não reconhecer a minha própria dor,
Sinto-me apaixonado
Mas transporto tanto sofrimento,
Que penso que posso morrer
Por este pobre sentimento,
Amar-te verdadeiramente
É simplesmente pouco para sequer saber o teu nome,
Mas o que é o amor se não surpreendente
E que aos poucos a mim e a ti, consome,
Estrela cintilante
Nunca pares de brilhar perto de mim,
Pára, respira e sente
Todo o amor que nos deixa assim.


7 comentários

Comentar post